Imagem: Carol Guimarães/Semcos
Jandaia Caetano/Semcos
A programação da empresa que venceu a licitação para a construção de pavimentação asfáltica na três travessas do Conjunto Residencial Valério de Medeiros é para término ainda nesta sexta-feira.
Após a drenagem e bocas de lobo, além dos meios-fios, a empresa já conclui a obra, de quase R$ 500 mil, nesta sexta-feira. O recurso é proveniente do Governo do Estado de Mato Grosso do Sul.
Anteriormente, o município doou o terreno, conquistado junto à União, e realizou a maior parte da drenagem no local.
Na sequência o Conjunto receberá muros de arrimo e o início da construção das 90 casas.

“CONTEMPLADOS DEVERÃO ATUALIZAR DOCUMENTOS NO MOMENTO CERTO”, APONTA COORDENADOR DE HABITAÇÃO

O coordenador municipal de Habitação, Júlio Peixoto, informou que as famílias deverão atualizar os documentos para assinatura do contrato de financiamento com a Caixa Econômica Federal no momento certo e que o setor fará o aviso nos meios de comunicação e diretamente às famílias.
Sessenta famílias participaram do sorteio de quadras e lotes no começo do ano passado. Porém, estas famílias terão que atualizar o seu cadastro, com vários documentos – dentre eles o holerite atual.
Júlio explicou que a Habitação já havia conseguido mais 26 famílias documentadas, somando 86 das 90 casas. No entanto, como o contrato ainda não foi assinado, o financiamento das 90 casas está em aberto.
A empresa que venceu a licitação irá iniciar a construção das casas. Trezentas e quarenta e uma famílias se inscreveram no projeto das 90 casas, que permite que o saque do FGTS ocorra para o abate no valor total. O projeto exige comprovante de renda entre R$ 1.300,00 e R$ 3.700,00.