Júlio Peixoto/Semcos-

O setor de Endemias e Vetores de Mundo Novo, coordenado por Adair Pereira, apresentou resultados com relação a dengue em nosso município e pede cuidado para a população devido a fatores de estação climática que estão por vir.

Com a chegada da primavera – programada para começar na próxima quinta-feira (23) – chuvas e umidade deverão ter predominância do clima favorecendo a proliferação de insetos de uma maneira geral e, consequentemente, o mosquito da dengue (Aedes Aegypti).

Segundos supervisores municipais Maicon Martins e Leandro Camargo, Mundo Novo está na posição 31 entre os 79 municípios do Estado com 41 notificações, com oito casos positivos atualmente. O setor de Endemias tem hoje oito agentes que fazem em média 35 visitas de inspeção domiciliares, dando um total de 270 visitas diárias, onde devem retornar em cada residência a cada 60 dias.

O doente pode apresentar sintomas como febre, dor de cabeça, dores pelo corpo, náuseas ou até mesmo não apresentar qualquer sintoma. O aparecimento de manchas vermelhas na pele, sangramentos (nariz, gengivas), dor abdominal intensa e contínua e vômitos persistentes podem indicar a evolução para dengue hemorrágica.