#PraCegoVer #PraTodosVerem - Imagem do secretário municipal de finanças em sua sala.

#Finanças
Além de prejuízo de quase R$ 500 mil junto a Receita Federal, questões trabalhistas e de fornecedores estão na esfera judicial

A Secretaria Municipal de Finanças de Mundo Novo pagou nesta sexta-feira (29) mais um valor referente ao débito de dívidas previdenciárias da Fundação Hospital de Mundo Novo. O valor total do prejuízo aos cofres públicos é R$ 455.490,48.

Foram pagos nesta sexta R$ 42.589,00, que somados aos R$ 29.600,38 – já quitado anteriormente – denotam R$ 72.189,38 até o momento. A despesa será de mais 59 parcelas de R$ 6.496,62, a serem pagas no final de cada mês.

O secretário de Finanças, Wellington Sassaki, mostrou preocupação com várias questões judiciais envolvendo a Fundação Hospitalar, referente a questões trabalhistas e com fornecedores, que podem onerar o município.

Um exemplo dado pelo secretário foi aquisição de medicamentos no final do mandato passado (novembro/dezembro de 2016), pela Fundação, onde não haviam notas da compra contabilizada e nem o pagamento. “Fomos descobrir após cobrança judicial em março deste ano”, explicou Sassaki. “Este é apenas um de vários exemplos”, lamentou o secretário

“A nossa dívida mensal com precatórios (dívida antiga) está em R$ 63 mil. Fica a preocupação com este valor, que já é alto. Nosso precatório pode aumentar muito”, apontou o secretário. Ele esclareceu que todo débito gerado pelo CNPJ da Fundação e não quitado tem a prefeitura como responsável para o pagamento.

Texto e foto: Jandaia Caetano/Semcos