Foto: Jandaia Caetano/Semcos

Carina Yano/Semcos-

Na última semana, a coordenadora de Atenção Básica, Alessandra Nunes, realizou um curso de capacitação para os agentes comunitários de saúde no reforço do monitoramento da Covid-19.

A capacitação foi realizada no Anfiteatro Dorcelina Folador, juntamente com os 28 agentes de saúde atuantes no município.

O objetivo principal foi orientar os agentes no rastreamento e monitoramento dos pacientes com covid-19, suspeitos e os que tiveram contato. Também é realizado o acompanhamento das famílias dos pacientes e medidas preventivas que devem ser tomadas dentro de casa.

Confira as informações do monitoramento e isolamento:

– Isolamento:
– Caso suspeito ou confirmado: isolamento do caso e de todos os contatos por pelo menos 10 dias desde o início dos sintomas do caso;
– Contatos domiciliares: manter isolamento junto ao caso índice;
– Demais contatos: dez dias a contar do último de contato;
– Testagem: apenas para quem apresentar sintomas – nova recontagem do tempo de isolamento.

– Contatos:
. Quem é considerado contato?
– Domiciliares (incluir creche, alojamento, ILPI): contato físico, conversa frente-a-frente a menos de 1m por pelo menos quinze minutos; profissional de saúde sem EPI que atende paciente contaminado; estar em ambiente fechado positivo por mais de quinze minutos a menos de 1m.

Como é feito o monitoramento:
– Deve se estabelecer contato com a pessoa com sintomas e os contatos pelo menos uma vez por dia;
– Contato por telefone, whatsapp ou visita domiciliar (peridomiciliar);
– Registro diário no sistema RASTREAR:
. Acompanhamento diário dos casos suspeitos, confirmados e contatos;
. ACS, ACE e outros membros das equipes de atenção primária, além de gestores;
. Identificação do paciente, endereço, idade, tipo de teste, profissão (local e setor de trabalho), cor da pele, contatos e comorbidades.