Ilustração: Maiko Bertoni/engenheiro

Material aponta “reparação histórica” em vinda de praia artificial, estrada às margens do Rio Paraná e aeroporto

Jandaia Caetano/Semcos –

foto: Divulgação

Na última segunda-feira (02), em Foz do Iguaçu, uma comitiva mundonovense esteve presente no Centro Administrativo da Itaipu Binacional para solicitar um investimento milionário para o seu setor de Turismo.

Em questão, um projeto para a construção da Praia das Ilhas – em alusão as 27 ilhas que estão no território do município -, da Avenida Beira Rio – saindo da cabeceira da Ponte Ayrton Senna, passando pelo Cascalho, Praia das Ilhas e chegando até o Porto Isabel – e de um aeroporto – já com projeto aprovado pela Anac e indicado pelo governo de Mato Grosso do Sul como um polo regional.

O Polo Turístico Praia das Ilhas teria um investimento superior a R$ 20 milhões. O estudo apresentado mostrou condições técnicas para a sua execução, através do engenheiro Maiko Bertoni, e as condições históricas, citando a perda as Sete Quedas e a reparação que foi feita para Guaíra (Marinas) e Salto del Guayrá (Playa Costanera), faltando apenas Mundo Novo receber uma grande obra compensatória.

A comitiva que visitou o diretor-presidente da Itaipu Binacional, Ênio Verri, foi formada pelo deputado federal Geraldo Resende, prefeito Valdomiro Sobrinho, vice-prefeita Rosária Andrade, vereadores Kaudi Filho e Gildo Amaral, o pecuarista Pedro Sversut, além da secretaria de Comunicação Social (Jandaia Caetano e Carina Yano), que confeccionou o vídeo de apresentação e a revista entregue para o diretor-presidente. Ênio Verri se mostrou bem receptivo e disse que encaminhará o projeto para os engenheiros da hidrelétrica.