Foto: Jandaia Caetano/Semcos

Jandaia Caetano/Semcos-

Um encontro de autoridades e técnicos dos governos de Mundo Novo e do Mato Grosso do Sul com representantes da Itaipu Binacional deram sequência no projeto para convênio que poderá resultar na construção de uma sede própria para o Corpo de Bombeiros e da Delegacia de Polícia.

A estimativa inicial era de R$ 5 milhões, mas com a constante alta de preços este valor deverá ser reajustado. Além das duas obras acima citadas, a reforma do posto de controle do DOF (Departamento de Operações da Fronteira), no Pedro Ramalho, e uma cobertura em uma unidade da PRE na região de Amambai fazem parte do futuro convênio.

O encontro começou na sala de Reuniões no Paço Municipal e seguiu na visita técnica a futura sede dos Bombeiros (ao lado de Cei Monteiro Lobato, atrás da prefeitura), sede da Polícia Civil (entre o centro Conviver e o Ginásio de Esportes – atrás do Estádio) e DOF (ao lado do Posto Fiscal Estadual).

O delegado da Polícia Civil, João Cléber, explicou que com a construção da nova delegacia a atual ficará somente a disposição da Agepan ( Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos de MS) para cuidar dos presos.

“Teremos mais três agentes, que hoje fazem este serviço, a disposição da população para o trabalho interno ou de investigação e a Agepan enviará agentes penitenciários para este trabalho”, apontou o delegado.

Representando o Governo do Estado de MS, pela Sejusp (Secretaria de Justiça e Segurança Pública), o coronel Joilson do Amaral, o engenheiro civil Gustavo Henrique e o arquiteto Fábio Corrêa, além do major Samuel Aragão (DOF).

Pela Itaipu, o engenheiro elétrico Maycon Vendrame (gerente de Divisão), e os engenheiros civis Ana Simioni e Paulo Turco. Do município, a vice-prefeita Rosária Andrade, o secretário de Infraestrutura Waldemar Marinho, o engenheiro Nelson Tatsuno e o vereador Gildo Amaral. Pelo Bombeiros, a comandante Janaine Santana e o subtenente Marcos Martins.