Foto: Carina Yano/Semcos

Folha de março ficou em R$ 2.430.896,05

Jandaia Caetano/Semcos

A prefeitura de Mundo Novo informou que após solicitar suspensão do projeto de revisão geral dos salários dos servidores públicos municipais na Câmara Municipal, já tomou uma decisão e o projeto deve fazer o seu caminho natural no Legislativo, de passar pela CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) e seguir para votação no plenário.

Após análise jurídica e econômica, o prefeito Valdomiro resolveu conceder a reposição do IPCA de 2020 para os servidores. Ou seja, 4,52%. Há interpretações divergentes sobre a o projeto de lei complementar 173/2020, do presidente Jair Bolsonaro, que veta criação de cargos e reajuste salarial.

O entendimento da assessoria Jurídica do município é que a reposição da inflação é legal e respeita a lei em vigor. Mesmo com o impacto de R$ 1,5 milhão anual na folha de pagamento, o Executivo definiu por solicitar a continuidade do projeto no Legislativo.

“Quero agradecer ao presidente da Câmara Paulo Lourenço e aos demais vereadores, que atenderam o nosso pedido e suspenderam a votação do projeto para uma análise muito bem feita no aspecto jurídico e econômico. O tema é polêmico, mas tendo legalidade, nada mais justo que, pelo menos, manter o poder de compra do nosso servidor”, apontou o prefeito.

Participaram da reunião que definiu o tema, o prefeito Valdomiro, vice-prefeita Rosária Andrade, assessor Jurídico Carlos Rogério, os secretários de Administração, Leandro Soares, de Finanças, Wellington Sassaki, de Gestão e Planejamento, Adacildo Oliveira, e a diretora de Recursos Humanos, Carol Boaventura.

Outra notícia positiva para os servidores é o pagamento nesta sexta-feira (26), do mês de março, 13 dias antes do prazo legal. O valor bruto da folha ficou em R$ 2.430.896,05. Já o líquido, que movimenta o comércio local, ficou em R$ 1.797.699,05.