Raysa Almeida/Semcos –

Vacinação para crianças de 10 a 14 anos está à disposição e procura vem sendo baixa

O quadro Bom Dia Mundo Novo (audiovisual) nesta quarta-feira abordou o aumento do número de casos de dengue no município. Gravado direto da Unidade Básica de Saúde Waldir Pazzoti, se apurou vacinação, fumacê, frente de limpeza e o principal, o cuidado do morador com o seu quintal.

O agente de Endemias, Guilherme Fagundes, explicou que todas as ações são importantes no combate ao Aedes aegypti, mas que cuidar do seu quintal é o principal ponto.

“Tem que eliminar os criadouros. Não deixar água parada. Quando trocar agua dos animais, lavar o recipiente. Cuidados básicos de pelo menos duas vezes na semana”, apontou Guilherme.

Nesta última semana, 51 notificações de dengue chegaram ao setor de Endemias. Na semana retrasada foram 28 casos. E há duas semanas, 18 notificações.

Outras ações também ocorreram, como a aplicação de inseticida (fumacê) e limpeza geral de entulhos, sacos com gramas e folhas nos bairros (o serviço está no Itaipu e Berneck).

VACINAÇÃO

Também foi citada a vacinação contra a dengue. A faixa etária liberada é para crianças de 10 a 14 anos. Segundo Kátia Mendonça, coordenadora de Vacinação, de mais de 500 doses disponíveis, cerca de 100 foram aplicadas.

A vacinação acontece de segunda a sexta-feira, das 7h00 às 17h00, no ‘Posto de Saúde Central’ e ESF do Fleck.