Raysa Almeida/Semcos –

No último sábado (23), nove artesãos mundonovenses se encontraram na Casa do Artesão, com o objetivo de participar do mais importante evento regional do setor.

A ida ao encontro foi possível graças ao apoio do governo municipal, através do departamento de Cultura, e suporte financeiro que custeou o transporte viabilizado pelos vereadores Richardson Prates, Kaudi Kemps, Evaldo Carlos e a empresa Madeirão.

Segundo Ademar Silveira, presidente da AMA (Associação Municipal dos Artesãos), “foi possível não apenas o crescimento pessoal de cada uma das senhoras, mas também a divulgação e representação do município”.

O evento iniciou às 09h00, com um reforçado café da manhã e uma breve cerimônia de abertura. No local, foi apresentado pelo fotógrafo João Vanderlei Eberhart (assessor de imprensa do Conselho dos Lindeiros) e pela assessora de comunicação da Adetur Priscila Rabaiolli dicas de fotografia e como tirar mais proveito das redes sociais.

Na oficina apresentada pela Coordenadora Sandra Finkler, diretora técnica do Conselho dos Lindeiros e Adetur, abordou um projeto de sustentabilidade que utiliza tecidos descartados de fábricas para a produção de artesanatos voltados ao turismo.

Em seguida, foi realiada a oficina trançado em fibra de bananeira. Nela, os artesãos aprenderam a fazer produtos artesanais a partir da fibra de bananeira, acompanhados pela oficineira Emília Ferreira Machado (Artesã).

Ademar Silveira contribuiu como oficineiro, ensinando como fazer souvenir com reciclagem, usando sacolinhas de supermercado, papel e cola.

Após as oficinas, foi servido um almoço e em seguida todos se deslocaram para a Praça Duque de Caxias, onde aconteceu a 1ª Feira Regional de Artesanato, com a presença de 11 municípios.

O departamento de Cultura de Guaíra , dirigido pelo Lucas Rafacho, organizou uma sequência de espetáculos que encantaram a todos que prestigiaram a 1ª Feira de Artesanato dos Municípios Lindeiros ao Lago de Itaipu, que contou com a participação de artesãos de: Mundo Novo, o único do MS; Guaíra; Terra Roxa; Marechal Cândido Rondon; Entre Rios do Oeste; Santa Helena; Diamante do Oeste; Missal; Itaipulândia; São Miguel do Iguaçu e Santa Terezinha de Itaipu.

Às 14hrs, foi realizada a abertura da exposição e comercialização e, na seque, diversas apresentações: Companhia Municipal de Dança de Guaíra; Escola Guaíra de Arte Circense; Escola Municipal de Violão; Companhia Municipal de Teatro com o espetáculo: “A Artesã”; e encerrou com Malabares Musicais.

Com esta iniciativa, o Conselho de Desenvolvimento dos Municípios Lindeiros leva alternativas de renda aos municípios como forma de apoio às administrações municipais no desenvolvimento de políticas públicas, fomento à cultura e novas oportunidades para economia criativa e circular.