Promotora Karina mostra preocupação com situação crítica (Imagem de arquivo/2018: Reprodução)

Promotoras citam “relaxamento da população” e pedem adesão às medidas indicadas

Jandaia Caetano/Semcos –

O Ministério Público de Mato grosso do sul, em Mundo Novo, publicou uma carta aberta à população, preocupado com a situação atual do município na transmissão do novo coronavírus.

Em um “Alerta à População de Mundo Novo” – título oficial da ‘carta’ – as promotoras Karina Vedoatto e Lenise Pedreira assinaram o documento em conjunto.  Nela, apontam o estado crítico do município, lembrando que “a quantidade de novos casos em Mundo novo vem aumentando muito”.

No documento, as promotoras também apontam que “os leitos de UTI na cidade de Naviraí… estão todos ocupados”. Também foi citada a velocidade das vacinas, que “contemplaram apenas 5% da população” até o momento.

No final da publicação, a promotoria lembra que “apesar do cenário tão grave e preocupante… percebemos certo relaxamento da população em geral” e pede “adesão da população às medidas de biossegurança indicadas”.

Novo Decreto e documento na íntegra disponível

O novo decreto do Governo do Estado do Mato Grosso do Sul foi publicado ontem (quarta-feira) e aderido pelo Governo de Mundo Novo, através decisão prévia do Comitê de Combate ao Novo Coronavírus (que se reuniu na terça e afirmou que seguiria um provável).

Ele começa no próximo domingo e vai até o dia 27 deste mês. Atividades não essenciais deverão ter o seu funcionamento limitado ao novo toque de recolher (20h00 às 5h00) de segunda à sexta-feira e das 5h00 às 16h00 no sábado e domingo.

Todas as atividades que não respeitem o espaço de 1,5 m de distância entre as pessoas estão proibidas. Tanto o documento do Governo do Estado quanto a carta da 2ª Promotoria de Justiça de Mundo Novo estão no botão do site (mundonovo.ms.gov.br) Vacinação Covid-19.