Jandaia Caetano/Semcos –

O prefeito de Mundo Novo, Valdomiro Sobrinho, se reuniu na manhã desta quinta-feira (25) com a vice-prefeita, vereadores, secretários municipais e assessorias jurídicas (Executivo e Legislativo) para avaliar o novo decreto estadual que determina o fechamento do comércio a partir desta sexta-feira (26) até o dia 04 de abril.

Em conversa com o presidente da Assomasul (Associação dos Municípios do Mato Grosso do Sul), Valdir Júnior, o mesmo informou que a entidade está tentando uma reunião no período da tarde com o Governo do Estado para uma possível revisão do decreto 15.638, publicado ontem (quarta-feira).

A avaliação do prefeito Valdomiro e de vários outros prefeitos é que a situação dos municípios que não estão com a bandeira cinza (extremo grau) não deve ser equiparada a quem está com as demais bandeiras.

O Boletim Prosseguir, do Governo do Estado, lançado nesta quarta (24) aponta quatro municípios com a bandeira cinza: Campo Grande, Costa Rica, Bela Vista e Aral Moreira. Quarenta e oito estão com a bandeira vermelha (alto grau), incluindo Mundo Novo. Vinte e quatro estão na cor laranja (médio grau) e três na amarela (tolerável). Nenhum está na verde (baixo grau).

Além do decreto estadual, o Ministério Público Estadual aponta para a obediência do decreto, que aponta no seu artigo 9º: “O disposto neste Decreto não impede que os municípios adotem medidas restritivas mais rígidas, de acordo com a situação epidemiológica verificada e as particularidades locais”.

Desta feita o prefeito aguarda a reunião da Assomasul, pois o decreto estadual aponta que os municípios não podem tomar medidas mais brandas, apenas mais rígidas.

“Pessoalmente não concordo com fechamento do comércio, mas seguindo recomendação da Assomasul estamos esperando a reunião da entidade com o Estado”, resumiu o prefeito Valdomiro.