Banner: asbai.org.br

Carol Guimarães/Semcos-

O Dia Mundial Contra o Fumo foi criado pela Organização Mundial da Saúde em 1987. No Brasil, quem organiza as atividades de conscientização sobre os perigos do tabaco é o Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva (INCA), um órgão ligado ao Ministério da Saúde.

De acordo com as estatísticas mais recentes da Organização Mundial da Saúde (OMS), morrem todos os anos aproximadamente 5,4 milhões de pessoas por doenças relacionadas com o tabagismo.

Além do câncer de pulmão e garganta (os mais comuns), o tabaco ainda pode causar outras consequências desagradáveis, como a queda de cabelo, impotência sexual, dentes e unhas amareladas, dificuldades respiratórias, redução da expectativa de vida, entre outros efeitos danosos.