Carol Guimarães/Semcos-

É uma das doenças mais comuns do sistema nervoso central (Cérebro e espinal medula). Atualmente 2,8 milhões de pessoas em todo o mundo têm Esclerose Múltipla.

A EM (Esclerose Múltipla) é uma doença inflamatória desmielinizante. É causada por danos na mielina um material gorduroso que isola os nervos. Na EM, a perda de mielina afeta a forma como os nervoso conduzem os impulsos elétricos para o cérebro. Os sintomas podem incluir visão turva, fraqueza nos membros, sensações de formigueiro, falta de equilíbrio, problemas de memória e fadiga.

A maioria das pessoas com EM são diagnosticadas entre os 20 e 40 anos. A EM é duas a três vezes mais comuns nas mulheres do que nos homens. Não há um medicamento que cure a EM, mas existem tratamentos que podem alterar a evolução da doença