#Semcos – Porque o povo tem o direito de saber!

Entenda um pouco da história e o processo de transformação desta área

Hoje, dia 07 de fevereiro, comemora-se o Dia do Gráfico. Um profissional gráfico trabalha com a impressão de materiais de vários tipos, como por exemplo: revistas, jornais, livros, panfletos publicitários, banners etc. Este dia é celebrado nesta data porque em 1923 aconteceu uma grande greve dos gráficos em São Paulo, liderada por João da Costa Pimenta. Os gráficos estavam protestando por melhores salários e boas condições de trabalho. O sucesso da greve dos gráficos foi tamanho que marcou também o nascimento do sindicato dos Gráficos.

Uma curiosidade: Johan Guttenberg (1400 – 1468), o “pai da imprensa”, é considerado por muitas pessoas como o primeiro gráfico, e foi ele que imprimiu a primeira Bíblia. Guttenberg revolucionou na Europa com todo seu aprimoramento com as “prensas” e nas diversas adaptações das impressões.

Como não queríamos deixar passar em branco esta data importante, conversamos com profissionais da área para entender melhor como foi o processo de adaptação à novas tecnologias, processo de modernização e quais são as maiores demandas.

Segundo os profissionais das gráficas no município – Antônio (Cometa), Gislaine (R4), Reinaldo (I9) e Médici (Olímpica) -, anteriormente eles trabalhavam com as tipografias que seria o processo de criação de um texto físico ou digitalmente; as famosas prensas de tipo móvel. Agora é usado a impressão “offset” que permite uma maior qualidade de impressão assim como garante maior velocidade de produção; alterando também a comunicação visual e o avanço das máquinas.

Por conta dos avanços tecnológicos, alguns profissionais acabam eliminando atividades que antes eram comum, como, por exemplo, a nota fiscal que era o forte no ramo da gráfica. Mas hoje a grande demanda continua sendo os cartões de visita, banners, panfletos, adesivos, materiais publicitários e afins. O público alvo desses profissionais são órgãos públicos, comércios e, em outros momentos, festas de aniversário, datas comemorativas etc.

Portanto, parabenizamos todos os gráficos do Brasil e desejamos muito sucesso e prosperidade em seus trabalhos. “Ideais se tornam realidade nas mãos de um gráfico. Obrigado por colocar nossas ideias “no papel” (autor desconhecido).

Texto: Carina Yano
Fotos: Carina Yano

COMPARTILHAR