Problema de superlotação será resolvido de 5 á 6 anos.

#Semcos – Porque o povo tem o direito de saber!

O Cemitério Municipal vem ganhando uma pequena ampliação, com a construção de um muro e uma readequação que aumentará o número de vagas no local. A secretaria municipal de Infraestrutura e Serviços Urbanos começou a obra na última segunda-feira (06) e deve ficar pronta até mo final do mês, segundo secretário municipal da pasta Vanderlei Botega.

O proprietário da Funerária Mundo Novo – há quarenta (40) anos no município –, Hassan Kadri, informou que o Cemitério Antônio Renero (um dos primeiros coveiros do local) já sofre com a superlotação há cerca de nove (9) anos. Ele ainda acrescentou que a obra deve disponibilizar de 400 á 500 vagas temporárias – um prazo de cinco anos e depois é encaminhado para o ossário, solucionando o problema de cinco (5) á seis (6) anos.

Ainda está se estudando se haverá apenas gavetas (prateleiras) e não mais covas, ou se continuará com as tradicionais covas. Muitas famílias já contam com os túmulos perpétuos e não precisarão das novas vagas. Um muro dividindo a Capela Mortuária Naef Hassan Kadri (fundador da Funerária Mundo Novo) será construído e não prejudicará os trabalhos da capela. O cemitério tem uma população sepultada de 5.500 pessoas.
#PraCegoVer – Imagens das obras para a ampliação do Cemitério Municipal.

COMPARTILHAR